segunda-feira, 20 de fevereiro de 2012

LLC: Guia Para Investir em Ações

Autor: Walter Furtado
Ano Publicação: 2010
Nota: 6



Sempre quando estou em uma turma de amigos e surge o assunto bolsa de valores, percebo que o tema é tratado como se no mercado de ações todos só ganhassem. Acho impressionante que ninguém nunca fale o quanto perdeu. Fica parecendo que é um investimento sem riscos. De minha parte, faço questão de contar que uma vez realizei perda de R$874,13 aplicando diretamente em ações.

Apesar da perda financeira, tudo na vida é aprendizado. E não foi diferente com esta aplicação. Meus erros foram muito claros: havia ansiedade e achava que sabia demais.

Em 2010 meu irmão foi à feira ExpoMoney realizada em Belo Horizonte. Ele retornou com um livro e me perguntou se conhecia a obra e o que achava do autor. Sobre ações já tinha alguma experiência (ainda que catastrófica), no entanto não conhecia o livro em foco ou o economista Walter Furtado. Pedi para ler o livro antes que ele começasse.

O livro realmente é muito pratico e aponta o conhecimento básico sobre como operar no mercado de ações. Desta forma ele realmente atinge seu objetivo e não foge ao subtítulo “O Que Você Deve Saber Para Começar a Investir”. Como citação destaco dois parágrafos que trazem a linguagem do livro:

"Qual é o caminho natural quando alguém pensa em ir à Rússia? Os mais afoitos diriam que o primeiro passo é comprar a passagem e aguardar o embarque para Moscou. Até poderia ser uma boa ideia, mas o que você conhece da cultura russa? O que é importante para o russo, o que o povo valoriza, como ele se comporta, você sabe algo a respeito disso tudo? E melhor, você fala russo? Se a resposta for “não” e você é um investidor iniciante que pretende decifrar o código das empresas (desvendar um pouco do glossário do mercado de ações), vale a pena continuar lendo esta matéria.

Assim como muitas pessoas não se preparam para ir a um novo país, em investimentos isso também ocorre. Boa parte dos iniciantes já sai investindo o seu dinheiro sem antes dar o passo zero que é saber como o mercado funciona. Por que então que muitos investidores compram a passagem para a bolsa de valores “sem falar russo”, ou melhor, sem saber ao certo o que significa a bolsa e alguns termos que identificam a ação? Certamente, por excesso de autoconfiança."

A verdade é que, para grande parte dos investidores, a bolsa de valores é vista como um grande cassino. Ganhar ou perder faz parte do negócio. Com este pensamento, não se vê o mercado de ações como um componente importante do sistema financeiro nacional. O volume financeiro total no mercado de ações atingiu R$ 132,26 bilhões, em janeiro de 2012. A média diária alcançou R$ 6,29 bilhões e o número total de negócios atingiu a marca de 14.674.699. Estes valores demonstram o tamanho e a seriedade que este mercado deve ser tratado.

Recomendo para os iniciantes no mercado de ações, além da leitura do livro, uma visita ao site da BM&FBovespa. No portal existem videoaulas sobre o tema, inclusive alertando sobre os riscos de cada tipo de operação realizada na instituição.

O real motivo para qualquer investimento é pensar no futuro. Neste conceito vi a campanha da Apogeo Investimentos, uma empresa de consultoria financeira. Não conheço bem a instituição, mas adorei a campanha com o tema "liberdade financeira". Espero que gostem!!!


Nenhum comentário:

Se você gostou deste post, pode ser que goste também destes...